Índice de novas vagas sobe 0,1% em maio ante abril, mostram Catho e Fipe

Thaís Barcellos

São Paulo

O Índice de novas vagas de emprego, medido pela Catho em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) com base nos anúncios de trabalho no site de recrutamento, subiu 0,1% em maio, mostrando relativa estabilidade frente a abril. Contudo, na comparação com igual mês de 2016, o indicador recuou 8,7% em maio deste ano. Em 2017, a queda acumulada está em 5,3%.

O indicador de novas vacâncias em maio, que mede a relação entre as vagas de trabalho e a população economicamente ativa, também teve leve avanço na margem, de 0,7%, mas ainda caiu de forma significativa (10,1%) ante maio do ano passado.

O número de vagas por trabalhador em potencial no acumulado deste ano também teve declínio de 6,9% em relação ao mesmo período de 2016.

Diferente dos outros indicadores, a concorrência entre candidatos por uma vaga de emprego ainda não mostra sinais de estabilização, segundo as instituições. As vagas por candidato tiveram queda de 1,1% ante abril e de 28,2% no confronto com maio de 2016, a 39ª retração consecutiva. No acumulado de 2017 até maio, houve recuo de 26,8%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos