Bolsas

Câmbio

Cobre opera com viés de queda em meio a dólar mais forte

Londres

Os preços futuros de cobre operam com viés de queda nesta quinta-feira, influenciados por um movimento de valorização do dólar após a decisão do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

Perto das 8h31 (de Brasília), o contrato para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) subia 0,07%, a US$ 5.673,50 a tonelada. Na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o cobre para julho caía 0,41%, a US$ 2,5630 por libra-peso.

Em seu comunicado ontem, após elevar os juros para a faixa entre 1,0% e 1,25%, a autoridade monetária afirmou esperar que o mercado de trabalho aquecido se traduza em pressões inflacionárias nos próximos meses, o que deve dar espaço para novos apertos monetários. O

Os demais metais básicos operaram sem direção única na LME. O alumínio estava estável a US$ 1.880 a tonelada; o chumbo avançava 1,33%, a US$ 2.096,50 a tonelada; o estanho caía 0,08%, a USD$ 19.170 a tonelada; o zinco ganhava 1,57%, a US$ 2.522 a tonelada; e o níquel tinha alta de 0,11%, a US$ 8.900 a tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos