Valor de ajuda à Grécia não foi discutido com o FMI, diz presidente do Eurogrupo

Karin Sato e Caio Rinaldi

São Paulo

O Eurogrupo não discutiu o valor de ajuda à Grécia com o Fundo Monetário Internacional (FMI), porém a organização está feliz com a definição do acordo, disse Jeroen Dijsselbloem, presidente do grupo, que reúne os ministros das Finanças da zona do euro, durante coletiva de imprensa.

A Grécia e seus credores chegaram a um acordo em reunião do Eurogrupo nesta quinta-feira. Os termos, assinados em Luxemburgo entre os ministros das finanças da zona do euro, liberam 8,5 bilhões de euros à Grécia e posterga uma decisão final sobre o alívio nos débitos do país até agosto do próximo ano. Com relação a essa questão, segundo o Eurogrupo, os vencimentos de alguns empréstimos da Grécia podem ser ampliados em até 15 anos.

Ainda segundo Dijsselbloem, não foi discutida outra linha de crédito de precaução à Grécia. Ele também disse que Atenas pode não pegar ajuda financeira, se não precisar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos