IBC-Br sobe 1,45% na média do trimestre até abril

Fabrício de Castro - fabricio.castro@estadao.com

Brasília

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) registrou alta de 1,45% no acumulado do trimestre encerrado em abril de 2017, na comparação com o trimestre anterior (novembro a janeiro), pela série ajustada do Banco Central. Já na comparação do trimestre até abril deste ano com o trimestre até abril do ano passado, o índice caiu 0,64% pela série observada.

Como de costume, o Banco Central revisou dados do Índice de Atividade Econômica na margem, na série com ajuste. Em março, o IBC-Br passou de -0,44% para -0,40%. Em fevereiro, o índice foi de +1,37% para +1,34%. No caso de janeiro, a revisão foi de +0,37% para +0,51%. O dado de dezembro foi de -0,04% para -0,15% e o de novembro permaneceu em +0,05%. Em relação a outubro, o BC substituiu a taxa de zero (0,00%) pela de -0,23%.

Conhecido como "prévia do BC para o PIB", o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. A previsão oficial do BC para a atividade doméstica deste ano é de avanço de 0,50%. No Relatório de Mercado Focus, a mediana das estimativas do mercado estava em 0,41%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos