Fluxo cambial total em junho até dia 23 está negativo em US$ 5,279 bi, diz BC

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues

Brasília

O chefe-adjunto do departamento econômico do Banco Central, Fernando Rocha, afirmou nesta terça-feira, 27, que, depois de registrar entradas líquidas de US$ 744 milhões em maio, o fluxo cambial do País está negativo em US$ 5,279 bilhões em junho até o dia 23.

O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 8,564 bilhões no período. Isso é resultado de entradas no valor de US$ 21,322 bilhões e de retiradas no total de US$ 29,885 bilhões. Este segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

"Há permanência de ingressos de capital estrangeiro no Brasil. A saída em junho reflete essa oscilação entre ingressos e saídas líquidas no ano", argumentou Rocha. "Não temos informações detalhadas de quais são as principais fontes dessa saída de dólares em junho até agora", completou.

No comércio exterior, o saldo de junho até o dia 23 é positivo em US$ 3,285 bilhões, com importações de US$ 8,453 bilhões e exportações de US$ 11,738 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 2,032 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 2,701 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 7,006 bilhões em outras entradas.

A posição de câmbio dos bancos ampliou a situação vendida de US$ 12,453 bilhões no fim de maio para US$ 17,189 bilhões em junho, até o dia 23.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos