Estoque total de crédito cai 0,2% em maio para R$ 3,065 trilhões, diz BC

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues

Brasília

O estoque total de operações de crédito do sistema financeiro caiu 0,2% em maio ante abril, para R$ 3,065 trilhões, informou nesta quarta-feira, 28, o Banco Central. Em maio de 2016, o estoque de operações de financiamento estava em R$ 3,148 trilhões. Em 12 meses, houve baixa de 2,6% e, no acumulado deste ano, queda de 1,3%.

Houve redução de 1,0% para pessoas jurídicas em maio ante abril, queda de 4,3% no ano e recuo de 8,9% em 12 meses. No caso de pessoas físicas, os dados mostraram avanço de 0,6% no saldo em maio, alta de 1,7% no ano e avanço de 4,0% em 12 meses.

De acordo com a autoridade monetária, o estoque de crédito livre cedeu 0,3% no mês, caiu 2,2% no acumulado do ano e recuou 3,7% em 12 meses.

Já no caso do direcionado, cedeu 0,1% em maio, recuou 0,4% no ano e teve baixa de 1,5% em 12 meses.

No crédito livre, houve alta no saldo de 1,0% para pessoas físicas no mês, aumento de 0,7% no ano e elevação de 1,6% no acumulado de 12 meses. Para as empresas, no crédito livre, houve queda de 1,6% em maio, recuo de 5,4% no ano e baixa de 9,3% em 12 meses.

O BC informou ainda que o total de operações de crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) passou de 48,8% em abril para 48,6% em maio. Em maio de 2016, estava em 51,8%.

Habitação

As operações de crédito direcionado para habitação no segmento pessoa física cresceram 0,5% em maio ante abril, totalizando R$ 548,064 bilhões. De acordo com o Banco Central, R$ 66,116 bilhões se referem a empréstimos a taxas de mercado e R$ 481,948 bilhões a taxas reguladas.

No ano até maio, o crédito para habitação no segmento pessoa física subiu 2,8% e, em 12 meses, avançou 6,8%.

As operações a taxas de mercado caíram 0,9% em maio, cederam 2,8% no ano e tiveram baixa de 2,3% no acumulado de 12 meses. Já os financiamentos a taxas reguladas avançaram 0,7% no mês, 3,3% em 2017 e 8,2% em 12 meses.

Veículos

O estoque de operações de crédito livre para compra de veículos por pessoa física recuou 0,1% de abril para maio, informou o Banco Central. Com isso, o total de recursos para aquisição de automóveis por esse grupo de clientes ficou em R$ 142,502 bilhões no mês passado.

No acumulado de 12 meses até o mês passado, a queda nesse tipo de crédito é de 5,6% e, em 2017, o recuo é de 0,7%.

As concessões acumuladas em maio para financiamento de veículos para pessoas físicas com recursos livres somaram R$ 7,280 bilhões, o que representa uma alta de 23,2% em relação ao mês anterior. No ano, a alta é de 19,8% e, em 12 meses, o avanço é de 5,1%.

Setores

Os diferentes setores da economia brasileira apresentaram variação no estoque de crédito para empresas em maio, conforme dados divulgados pelo Banco Central. O crédito total para empresas caiu 1,0% ante abril, para R$ 1,477 trilhão.

Deste montante, a agropecuária teve alta de 0,7% no saldo de crédito em maio ante abril, para R$ 22,437 bilhões, a indústria apresentou baixa de 2,1%, para R$ 251,293 bilhões e o setor de serviços indicou recuo de 1,0%, aos R$ 708,592 bilhões.

No caso do crédito para pessoa jurídica com sede no exterior e créditos não classificados (outros), a queda foi de 0,5% em maio ante abril, para R$ 30,698 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos