Bolsas

Câmbio

Preços de combustíveis para consumidor já variam diariamente, diz Sindicom

Fernanda Nunes

Rio

Os preços da gasolina e do óleo diesel já variam nas bombas diariamente, independentemente da política de preços da Petrobras, informou o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom) em comunicado. A estatal anunciou nesta sexta-feira, 30, que poderá alterar os preços em suas refinarias com mais frequência do que tem feito desde outubro. As mudanças começam a valer na próxima segunda-feira, 3.

Com o argumento de que não comenta os preços das distribuidoras filiadas, o Sindicom se restringiu a afirmar que cinco variáveis compõem os preços do combustíveis para o consumidor final - o preço de aquisição do produto, tributos, logística, remuneração dos distribuidores e ganho dos revendedores. Diz ainda que as oscilações da oferta e da demanda interferem no mercado, que é livre.

"Apenas duas dessas variáveis, custo do produto e tributos, são responsáveis por mais de 80% do preço final, e a margem média dos distribuidores representa menos de 5%, de acordo com informações publicadas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)", destacou o sindicato das distribuidoras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos