Topo

Weidmann/BCE: crescimento da zona euro é forte, mas inflação é volátil

AE

Frankfurt

01/07/2017 15h10

, 01/07/2017 - O Banco Central Europeu (BCE) deve olhar além dos dados de inflação volátil neste momento em que avalia reduzir o estímulo monetário, disse o presidente do Banco Central da Alemanha e membro do Conselho do BCE, Jens Weidmann, neste sábado.

Os comentários foram feitos depois que o presidente do BCE, Mario Draghi, sinalizou que o banco poderia começar a diminuir o seu programa de compra de títulos à medida que a economia da zona euro ganha força.

Falando em um evento em Frankfurt, Weidmann disse que o crescimento econômico da zona do euro é forte, mas advertiu que a inflação é volátil, uma mistura que representa um dilema para tomadores de decisão. A taxa de inflação da zona do euro caiu para 1,3% no mês passado, abaixo do objetivo do BCE de pouco menos de 2%.

Weidmann disse que o BCE precisa olhar além das flutuações passadas da inflação, que são causadas principalmente pelos movimentos dos preços de energia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais Economia