Total é a primeira empresa do ocidente a investir no Irã após fim de sanções

Londres

A companhia francesa Total deve assinar amanhã (03) um acordo para investir US$ 1 bilhão em um gigantesco campo de gás iraniano, marcando o primeiro grande investimento em anos por uma empresa ocidental no setor de petróleo do Irã.

A Total será a operadora líder, em parceria com a China National Petroleum e a Petropars do Irã, para desenvolver o South Pars - um campo de gás sob o Golfo Pérsico que é um dos maiores do mundo. O ministério do petróleo do Irã disse que o contrato será assinado nesta segunda-feira.

Este é o primeiro acordo de investimento de um país ocidental no Irã desde que as sanções ocidentais sobre seu programa nuclear foram levantadas. O acordo vai culminar meses de negociações, depois que a Total assinou um acordo preliminar de US $ 4,8 bilhões para desenvolver o projeto no final do ano passado.

O presidente executivo da Total, Patrick Pouyanne, indicou que este valor de US$ 1 bilhão servirá para financiar a primeira fase do projeto.

Segundo a Total, o gás produzido no campo de Pars abastecerá o mercado doméstico a partir de 2021. A empresa estava em negociações com o Irã para criar o primeiro sistema de exportação de gás natural liquefeito do país, mas houve divergências sobre o preço do gás, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

A anglo-holandesa Shell também sinalizou interesse em retornar ao Irã. Em dezembro, assinou um acordo preliminar para explorar futuros projetos no país, mas ainda tem que assumir um compromisso mais concreto. Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos