Bolsas

Câmbio

Fenabrave: previsão para leves subiu em função de melhora do PIB e outros dados

André Ítalo Rocha

São Paulo

A melhora de alguns dos principais indicadores da economia em 2017, como o PIB e a geração de empregos formais, foi determinante para que a Fenabrave, associação que representa as concessionárias de veículos no Brasil, revisasse sua projeção de venda de veículos leves para este ano para números mais otimistas, explicou nesta terça-feira, 4, o presidente da entidade, Alarico Assumpção Jr.

A estimativa para venda de leves em 2017 passou de avanço de 2,4% para crescimento de 4,3%, variação que, se confirmada, resultará em um mercado de 2,017 milhões de unidades. "A revisão ocorre em função de dados melhores do PIB, que cresceu no primeiro trimestre do ano, e de outros indicadores econômicos", disse o executivo, em coletiva de imprensa que apresenta os dados de mercado em junho e no primeiro semestre.

A previsão para caminhões e ônibus, no entanto, está mais pessimista. Espera-se, agora, retração de 10,2%, ante uma expectativa anterior de alta de 3,15%. "O agronegócio, que costuma impulsionar o mercado de caminhões, contribuiu positivamente no primeiro semestre, mas não foi suficiente", afirmou Assumpção Jr.

A economista Tereza Fernandez, que trabalha para MB Associados e presta consultoria para a Fenabrave, afirmou, em apresentação na coletiva, mostrou otimismo com a recuperação do mercado no segundo semestre. Para ela, os indicadores apontam para uma "relativa tranquilidade da economia". "Essa crise, a não ser por uma confusão muito maior, está absolutamente sob controle do ponto de vista econômico", disse.

Na avaliação da economista, os agentes econômicos estão mais resistentes às turbulências no ambiente político. "Passado um mês e meio desde a polêmica envolvendo a JBS, nós conversamos com o pessoal da indústria e de serviços e percebemos uma resistência positiva", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos