Bolsas

Câmbio

Cobre opera em queda, pressionado por dólar mais forte

São Paulo

Os contratos futuros de cobre operam em queda nesta quarta-feira, pressionados pela valorização do dólar ao redor do planeta.

Há pouco, na London Metal Exchange (LME), o cobre para três meses caía 0,48%, para US$ 5.859,00 por toneladas. O metal com entrega para setembro recuava 1,19%, para US$ 2,6610 por libra-peso, na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Entre os demais metais básicos negociados na LME, a tonelada do alumínio caía 0,26%, para US$ 1.922,00; a do zinco cedia 0,75%, para US$ 2.766,00; a do chumbo perdia 0,83%, cotada a US$ 2.267,00; e a do níquel recuava 0,335, para US$ 9.130,00.

O dólar se valoriza nesta manhã, enquanto os investidores aguardam a divulgação nesta tarde da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

"O dólar mais forte prejudica os investimentos em metais em geral", disse o analista de pesquisas da Sucden Financial Kash Kamal. Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos