Bolsas

Câmbio

Premiê chinês reitera que Pequim quer continuar negociações comerciais com EUA

Pequim

O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, reiterou a disposição de Pequim de continuar negociando com os EUA numa tentativa de superar desavenças comerciais e chegar a uma solução que seja vantajosa para os dois países.

"Acredito que tanto a China quanto os EUA tenham inteligência para resolver a questão" por meio de conversas, disse Li a executivos americanos e de outros países às margens do Fórum de Desenvolvimento da China, segundo comunicado oficial divulgado ontem à noite.

Segundo o premiê, a China não busca superávits comerciais com nenhum país propositalmente, já que essa seria uma prática insustentável.

Li também afirmou que Pequim abrirá ainda mais seus mercados a investidores estrangeiros e expressou o desejo de que os EUA continuem ampliando investimentos na China.

Outras autoridades chinesas fizeram comentários semelhantes no mesmo fórum.

Miao Wei, ministro da Indústria e da Tecnologia da Informação, disse que Pequim espera que companhias estrangeiras participem da iniciativa "Made in China 2025" e formem parcerias com empresas chinesas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos