Bolsas

Câmbio

Retirada de blocos não tira brilho do leilão, diz presidente da ANP

Denise Luna e Renata Batista

Rio

O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Décio Oddone, disse nesta quinta-feira, 29, pouco antes da abertura da 15ª Rodada de licitação de blocos de petróleo e gás, que a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de retirar duas áreas é uma "pena", mas não será suficiente para tirar o brilho do leilão.

"É uma pena. Queríamos que o bloco estivesse na rodada. Por isso, colocamos. Esse leilão vai mostrar que estamos no caminho certo. Já estamos vendo os primeiros sinais de retomada do setor", afirmou.

Segundo ele, estão inscritos 17 participantes, todos investidores tradicionais do setor.

Oddone acredita que possa manter a expectativa de arrecadação de R$ 3,5 bilhões nos dois leilões previstos para esse ano - a 15ª Rodada, nesta quinta, e a 4ª Rodada do Pré-sal, prevista para junho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos