ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Produção de bens de capital sobe 0,1% em fevereiro ante janeiro, diz IBGE

Daniela Amorim

Rio

03/04/2018 09h44

A produção da indústria de bens de capital teve ligeira alta de 0,1% em fevereiro ante janeiro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira, 3. Na comparação com fevereiro de 2017, o indicador mostrou crescimento de 7,8%. Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF).

No ano, houve crescimento de 12,6% na produção de bens de capital. No acumulado em 12 meses, a taxa ficou positiva em 7,2%.

Em relação aos bens de consumo, a pesquisa registrou avanço de 1,2% na passagem de janeiro para fevereiro. Na comparação com fevereiro de 2017, houve aumento de 4,4%. No ano, a produção de bens de consumo subiu 5,3%. No acumulado em 12 meses, o avanço foi de 3,6%.

Na categoria de bens de consumo duráveis, o mês de fevereiro foi de alta de 1,7% ante janeiro, além de avanço de 15,6% em relação a fevereiro de 2017. Entre os semiduráveis e os não duráveis, houve redução na produção de 0,6% em fevereiro ante janeiro, mas alta de 1,6% na comparação com fevereiro do ano passado.

Para os bens intermediários, o IBGE informou que a produção caiu 0,7% em fevereiro ante janeiro. Em relação a fevereiro do ano passado, houve crescimento de 1,5%. No ano, os bens intermediários tiveram aumento de 2,9%. Em 12 meses, houve elevação de 2,1% na produção.

O índice de Média Móvel Trimestral da indústria teve alta de 0,3% em fevereiro.

Revisões

O IBGE revisou o dado da produção industrial do mês de janeiro de 2018 ante dezembro de 2017, de uma queda de 2,4% para recuo de 2,2%. O movimento foi resultado de uma mudança na metodologia de ajuste sazonal da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física.

Segundo André Macedo, gerente na Coordenação de Indústria do IBGE, houve mudança no software usado para ajustar sazonalmente a série, além de uma incorporação de duas atividades industriais que não tinham ainda informações suficientes para serem contabilizadas nessa série ajustada sazonalmente: Impressão e reprodução de gravações; e Manutenção e reparação de instalação de máquinas e equipamentos.

"Houve mudança de software, uma modernização, e a gente atualizou também os parâmetros de ajuste sazonal. Consideramos um número maior de informações para dar maior precisão ao ajuste sazonal. E para além disso, as séries de outras duas atividades estão sendo incluídas", explicou Macedo.

As duas atividades que passam a integrar também a série com ajuste sazonal possuem informações a partir de janeiro de 2012. Com a mudança, a PIM-PF passa a ter dados de 26 atividades industriais tanto na margem quanto nas comparações com o mesmo período do ano anterior.

"O dado com ajuste sazonal vai ser sempre revisado desde o início da série histórica. Antes a gente não fazia isso, só atualizava até o ano anterior da pesquisa de referência", acrescentou. Macedo. "O dado primário, o fechamento de ano, permanece da mesma forma, calculado da mesma forma e sobre a mesma metodologia. Não muda o resultado", completou.

Na divulgação da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional, além das mudanças já mencionadas, a divulgação de fevereiro já contará com o ajuste sazonal do Estado de Mato Grosso, que até então só tinha informações divulgadas para as demais comparações.

Mais Economia