ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Volks começa a produzir utilitário e suspende cortes

Julio Cesar Lima, Especial para o Estado

Curitiba

04/04/2018 07h40

A fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (PR) começará a produzir no próximo ano o T-Cross, o primeiro utilitário-esportivo (SUV) da marca no Brasil.

Serão investidos R$ 2 bilhões no projeto, dos quais R$ 600 milhões nas áreas de desenvolvimento, testes e validação e R$ 1,4 bilhão em ampliação e modernização da fábrica. O investimento faz parte do plano de R$ 7 bilhões anunciados pela empresa para o período de 2016 a 2020.

A produção do novo veículo global, que também será feito na China e na Espanha, não vai gerar novos empregos, mas a empresa deve encerrar programas de corte de produção. Hoje, por exemplo, a fábrica tem 250 funcionários com contratos suspensos (lay-off).

Segundo o presidente da Volkswagen para América do Sul e Brasil, Pablo Di Si, a empresa tem visão otimista para o crescimento do setor automotivo brasileiro, após a retomada de vendas iniciada no ano passado, depois de quatro anos seguidos de queda.

"Primeiro temos de acreditar no Brasil a longo prazo. No ano passado falei que acreditava no crescimento de mercado de 40% em quatro anos, mas estamos revisando essa estimativa porque só no primeiro trimestre as vendas totais do mercado cresceram 15% e nós, o dobro do mercado", disse.

Di Si também almeja retomar a liderança do mercado brasileiro. "Ficamos na terceira colocação por muitos anos por falta de produto e agora, com essa ofensiva de produtos, temos todas as ferramentas para voltar à liderança no médio prazo e de uma forma rentável até 2020."

Questionado se houve atrasos nos investimentos previstos pela empresa, Di Si ressaltou que não houve alteração no calendário de produção da empresa. "Vamos começar neste ano a etapa produtiva do T-Cross. Não sofremos nenhuma alteração no calendário, tudo vai começar como o planejado e o lançamento acontecerá no início de 2019."

Com esse investimento anunciado, a Volkswagen, segundo o executivo, faz sua maior ofensiva no mercado brasileiro. Até 2020, a empresa deve lançar 20 modelos no País, dos quais 13 produzidos no Brasil, dois na Argentina e cinco importados. Desse total, cinco são SUVs, segmento que mais cresce em vendas no mercado local.

Concorrentes

O T-Cross é um utilitário compacto que disputará mercado principalmente com Honda HR-V, Jeep Renegade, Hyundai Creta, Peugeot 2008 e Renault Duster. Os outros SUVs da marca a serem lançados nos próximos anos são o Tharu (que também será feito no País), o Tarek (com produção na Argentina) e o Atlas, importado dos Estados Unidos. O Tiguan começa a chegar do México no próximo mês.

O governador do Paraná, Beto Richa, disse que "este é o maior investimento do ciclo industrial da história do Paraná, quando totalizamos R$ 45 bilhões nos últimos anos".(Colaborou Cleide Silva). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia