Bolsas

Câmbio

Não vamos recuar com reformas, diz premiê francês

Estadão Conteúdo

Paris

O primeiro-ministro da França, Edouard Philippe, afirmou neste domingo que o governo não vai recuar diante das greves viárias que estão prejudicando as viagens pelo país.

Philippe disse em uma entrevista publicada pelo jornal francês Le Parisien que ele recebe mensagens diárias de apoiadores lhe falando para continuar com as medidas, mesmo que elas sejam antipopulares. "E é isso que vamos fazer", afirmou.

Os sindicatos estão planejando greves periódicas de dois dias até junho para tentar conter os planos do governo francês de abolir um sistema de benefícios que permite que motoristas de trem e outros trabalhadores tenham empregos vitalícios.

Oficiais dizem que um em cada cinco trens de alta velocidade, um em cada três trens suburbanos e três dos quatro trens com serviço internacional devem operar na segunda-feira.

Greves periódicas também estão atingindo a Air France. Fonte: Associated Press.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos