ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Correção: Com saída de Luiz Barroso da EPE, José Mauro assume interinamente

Denise Luna

Rio

09/04/2018 15h34

O texto enviado anteriormente continha uma incorreção. O diretor José Mauro Coelho não é primo do ex-ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, nem tem nenhum parentesco. Segue o texto corrigido:

Com a saída do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, alguns agentes do setor também estão deixando seus cargos. O primeiro a anunciar a saída foi o secretário-executivo do ministério Paulo Pedrosa, e nesta segunda-feira, 9, depois de boatos na sexta-feira, 6, foi a vez de Luiz Barroso, da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). No lugar de Barroso ficará interinamente o diretor de Petróleo e Gás Natural, José Mauro Coelho.

Segundo fontes, Barroso foi levado para o governo por Pedrosa, que teria tido desentendimentos com o atual ministro do MME, Moreira Franco, e por isso deixou a secretaria executiva.

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr, informou, durante posse do novo presidente do BNDES, Dyogo Oliveira, que vai permanecer no cargo.

Oriundo da consultoria PSR, Barroso substituiu Mauricio Tolmasquim na EPE em meados de 2016, após o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Eles foram até agora os únicos presidentes da empresa criada em 2004 para fazer o planejamento do setor de energia do País.

Mais Economia