Bolsas

Câmbio

Unilateralismo e protecionismo comercial prejudicam a todos, diz premiê da China

Pequim

O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, afirmou que o unilateralismo e o protecionismo comercial são prejudiciais à recuperação econômica global, na mais recente declaração oficial de Pequim em resposta às crescentes tensões com os Estados Unidos.

O unilateralismo e as guerras comerciais não prejudicam apenas os interesses bilaterais, mas também "afetam os interesses comuns de todo o mundo", afirmou Li durante uma reunião com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, na capital chinesa, de acordo com comunicado divulgado no principal site do governo na segunda-feira.

Muitas questões internacionais, entre elas o comércio e a paz, podem todas ser resolvidas no âmbito do multilateralismo, disse Li. O premiê pediu que a ONU tenha uma papel mais importante na defesa do multilateralismo.

Uma relação comercial equilibrada entre os dois países deveria ser alcançada por meio de reformas e da reestruturação econômica, não com uma guerra comercial, disse Guterres durante a reunião ocorrida no domingo, de acordo com a nota oficial. Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos