Bolsas

Câmbio

Ilan: BC tem incentivado Fintechs e não pretende regular companhias em demasia

Altamiro Silva Junior

São Paulo

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse nesta sexta-feira, 13, que a instituição quer estimular as Fintechs, empresas nascentes de tecnologia financeira, sem regular em demasia o setor. Essas companhias ajudam a dar maior competição ao sistema, além de criarem novos produtos e modelos de negócios com redução de custos em várias áreas, disse.

"Temos adotado uma postura de deixar entrar, deixar competir e regular apenas quando necessário", comentou o presidente do BC, que participou nesta sexta-feira de evento do Insper e do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) na capital paulista com o tema "Risco Moral x Risco de Crédito".

Além de estimular as Fintechs, Ilan afirmou que o BC tem o objetivo de "empoderar" os bancos pequenos e médios, ao menos tempo que "resguarda" a liquidez destas instituições. "Temos mais de uma centena de bancos pequenos e médios, e um número ainda maior de cooperativas (cerca de 1000 instituições)", disse ele em sua apresentação.

O BC também que estimular o uso de meios eletrônicos de pagamentos e estimular a competição no setor de cartões, ressaltou o presidente da instituição. "Foram adotadas medidas que melhoram a concorrência e tornam o uso do cartão de crédito mais eficiente e barato", disse Ilan Goldfajn.

Ele ressaltou ainda em seus discurso medidas recentes do BC para estimular o uso do cartão de débito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos