PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Diretor do BC, Carlos Viana volta a defender reformas

Fabrício de Castro

Brasília

19/04/2018 14h03

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Carlos Viana de Carvalho, afirmou nesta quinta-feira, 19, que o Brasil deve continuar no caminho das reformas para sustentar a inflação baixa, os juros baixos e o crescimento econômico.

O comentário de Viana, feito em evento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, nos EUA, retoma uma ideia já presente nas comunicações oficiais mais recentes do Banco Central.

Viana destacou os "significativos progressos" do País nos ajustes e reformas da economia, "com várias medidas estruturais já provadas e múltiplas iniciativas em progresso".

O diretor do BC também repetiu que a perspectiva global é benigna, cenário que não vai durar para sempre. Além disso, assim como o presidente do BC, Ilan Goldfajn, Viana indicou que a perspectiva é de corte adicional da Selic (a taxa básica de juros) em maio. Depois, segundo Viana, o Comitê de Política Monetária (Copom) vê como apropriado interromper o processo de flexibilização monetária, para avaliar os próximos passos.