Bolsas

Câmbio

PMI composto cai para 50,6 em abril, diz IHS Markit

Thaís Barcellos

São Paulo

O Índice dos Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) composto, que consolida os indicadores de serviços e da indústria, recuou de 51,5 pontos em março para 50,6 em abril, informou a IHS Markit nesta sexta-feira, 4. O indicador sofreu esse retrocesso tanto pela queda no PMI de Serviços, que caiu de 50,4 no terceiro mês do ano para 50,0 (marca neutra) no mês passado, quanto pelo declínio do índice da indústria. O PMI industrial saiu de 53,4 para 52,3 no período, conforme divulgado na última quarta-feira, 2.

"Um crescimento mais brando da produção industrial foi acompanhado por uma estagnação da atividade no setor de serviços, resultando no crescimento mais lento do volume de produção do setor privado no atual período de quatro meses de expansão", diz a economista da IHS Markit, Pollyanna de Lima.

No setor de Serviços, o desempenho não foi uniforme em abril. A IHS Markit ressalta que, enquanto algumas empresas relataram que a atividade foi impulsionada por ganhos de novos negócios, outras disseram que a redução das bases de clientes, combinada com condições políticas e econômicas adversas, resultaram em menor volume de produção no mês.

No geral, contudo, a instituição afirma que as novas encomendas cresceram pela quarta vez consecutiva, mas de forma mais modesta. Os dados da pesquisa ainda mostram um grau crescente na capacidade ociosa das empresas de serviços do País.

Dessa forma, houve mais uma rodada de demissão de funcionários, a 38ª seguida, refletindo, segundo as empresas, esforços contínuos para reduzir os custos.

Em relação aos preços, os custos de insumos aumentaram, com menções dos empresários às contas de energia e à elevação dos combustíveis e matérias-primas. Os participantes do levantamento também afirmaram que os salários dos empregados aumentaram. Para os consumidores, os preços avançaram em algumas empresas, mas outras disseram que não foi possível fazer o repasse diante da competição elevada.

Apesar da leitura negativa do PMI em abril, a IHS Markit afirma que o setor segue otimista com relação às perspectivas de crescimento. No entanto, alguns empresários relataram preocupações com questões políticas e com enfraquecimento econômico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos