Bolsas

Câmbio

Governo da Austrália tenta cortar impostos, de olho em eleições

Camberra

O governo conservador da Austrália propôs cortes de impostos em seu orçamento anual, no momento em que busca ganhar eleitores antes de uma possível eleição antecipada. A coalizão de centro-direita do primeiro-ministro Malcolm Turnbull aparece à frente da centro-esquerda nas pesquisas há mais de um ano e o premiê aposta em um plano de cortes de tributos similar ao que ocorreu recentemente nos Estados Unidos para acelerar o crescimento.

"A economia australiana supera agora um dos períodos mais duros que enfrentamos em gerações", disse ao Parlamento Scott Morrison, secretário do Tesouro. Ele citou o patamar recorde nas condições das empresas, o sólido ganho no mercado de trabalho e os preços mais altos das commodities.

O governo apresentou um plano de sete anos para realizar cortes de tributos, que começam a beneficiar pessoas de renda baixa e média. O crescimento salarial lento prejudica a popularidade de Turnbull. A administração também espera cortar o imposto corporativo de 30% para 25% até a próxima década. Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos