PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Arrecadação em abril soma R$ 130,806 bilhões

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues

Brasília

28/05/2018 15h04

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 130,806 bilhões em abril, um aumento real (já descontada a inflação) de 7,83% na comparação com o mesmo mês de 2017. Em relação a março deste ano, houve aumento de 23,53%.

O valor arrecadado foi o melhor desempenho para meses de abril desde 2014. O resultado veio dentro do intervalo de expectativas de 19 instituições ouvidas pelo >Broadcast Projeções, que ia de R$ 120 bilhões a R$ 140 bilhões, com mediana de R$ 128,250 bilhões.

Entre janeiro e abril deste ano, a arrecadação federal somou R$ 497,208 bilhões, o melhor desempenho para o período desde 2014. O montante ainda representa avanço de 8,27% na comparação com igual período do ano passado.

Desonerações

As desonerações concedidas pelo governo resultaram em uma renúncia fiscal de R$ 27,577 bilhões entre janeiro e abril deste ano, valor um pouco menor do que em igual período do ano passado, quando ficou em R$ 27,631 bilhões.

Apenas no mês de abril, as desonerações totalizaram R$ 6,856 bilhões, também abaixo de abril do ano passado (R$ 6,801 bilhões).

Só a desoneração da folha de pagamentos custou aos cofres federais R$ 1,015 bilhão em abril e R$ 4,208 bilhões no acumulado do ano.

A reoneração da folha de pagamentos para 28 setores da economia foi aprovada na semana passada pela Câmara dos Deputados e deve ser votada nos próximos dias pelo Senado.

A votação do projeto é uma contrapartida exigida pelo governo para dar o desconto tributário no diesel prometido aos caminhoneiros.