ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Líder do DEM na Câmara considera pedido de demissão de Parente 'inoportuno'

Amanda Pupo

Brasília

01/06/2018 14h32

Líder do DEM na Câmara dos Deputados, Rodrigo Garcia afirmou que o pedido de demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras é "inoportuno", visto que a política de preços está, até o momento, mantida, avaliou o parlamentar, por meio de nota. Para ele, o debate sobre a política da estatal "terá de ser enfrentado". Parente divulgou sua saída do cargo na manhã desta sexta-feira, dia 1º.

"O governo recorreu a outros caminhos para minimizar o impacto de preços. Sua saída não ajuda neste momento de turbulência", comentou.

Garcia afirmou que, apesar de as pesquisas mostrarem que parte da população concorda com a manifestação dos caminhoneiros, ela "não está disposta a bancar a conta que o governo federal aceitou pagar para encerrar a paralisação".

Na nota, o deputado ainda considera que o processo de debate sobre a política de preços poderia contar com "a palavra de Pedro Parente", quem ele avalia como gestor responsável por recuperar a Petrobras da "pior crise de sua história".

Mais Economia