Bolsas

Câmbio

Para tucano Cássio Cunha Lima, Parente já deveria ter saído

Daniel Weterman

São Paulo

Primeiro tucano a defender a demissão de Pedro Parente da Petrobras o vice-presidente do Senado, senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), afirmou em nota que a saída do executivo da estatal já deveria ter ocorrido antes. Cunha Lima defendeu ainda uma revisão da política de preços da empresa e classificou o governo do presidente Michel Temer como "equivocado"

"A demissão do presidente da Petrobras, que já deveria ter ocorrido, é a oportunidade de o governo equivocado do presidente Michel Temer corrigir imediatamente a política de preços de combustíveis, que vem penalizando de maneira brutal as famílias brasileiras", diz nota assinada pelo senador.

Além disso, Cunha Lima afirmou que é hora de discutir uma reforma tributária do tamanho da máquina pública no País. "Não podemos mais pagar o alto preço de um Estado perdulário, corrupto e ineficiente."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos