Bolsas

Câmbio

Inflação de serviços cai 0,09% no IPCA de maio com queda na passagem aérea

Daniela Amorim

Rio

Puxada pela queda de 14,71% nos preços das passagens aéreas, a inflação de serviços registrou um recuo de 0,09% em maio, após a alta de 0,03% registrada no mês anterior. Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado de maio representa a queda mais intensa desde o início da série, em 2012, e a primeira deflação registrada pelos serviços desde julho de 2014, quando os preços tinham caído 0,06%.

Segundo Fernando Gonçalves, gerente na Coordenação de Índices de Preços do IBGE, apesar das pressões baixistas pontuais, a demanda fraca das famílias tem contido os preços dos serviços ao longo dos meses.

"Há serviços que estão com preços em queda por conta de problema de demanda da população mesmo", disse Gonçalves, citando o desemprego alto e o receio das famílias de consumirem.

A taxa da inflação de serviços acumulada em 12 meses recuou de 3,46% em abril para 3,32% em maio, a mais baixa da série histórica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos