ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Moody's: Brasil e Chile estão menos expostos a financiamentos mais adversos

Eduardo Laguna

São Paulo

01/10/2018 15h47

Relatório publicado Nesa segunda-feira, 1, pela Moody's cita Brasil e Chile entre os países da América Latina menos expostos às condições mais adversas de financiamento internacional.

Segundo a agência de classificação de risco, o quadro fiscal na região se deteriorou na última década, período em que a dívida dos países, na média, aumentou em paralelo a um enfraquecimento da atividade econômica.

No relatório em que avalia a estrutura de dívida de cada país, a Moody's sustenta que o aperto das condições de financiamento em todo mundo ampliou os riscos de crédito em moeda estrangeira e de uma maior dependência de investidores estrangeiros. A agência menciona Argentina, República Dominicana, Honduras e Paraguai entre os países mais expostos a esses riscos, se desconsiderado qualquer fator atenuante.

Já Brasil e Chile estão entre os menos expostos quando considerados a necessidade de financiamento bruto, o perfil de vencimento da dívida e a presença de colchões fiscais, mitigadores de riscos de crédito.

Mais Economia