ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Tribunal da ONU ordena que EUA suspenda sanções ao Irã sobre bens humanitários

Nova York

03/10/2018 15h17

Um tribunal da Organização das Nações Unidas (ONU) ordenou hoje que os EUA suspendam as sanções que afetam o comércio de bens humanitários e a aviação civil com o Irã, decisão que Teerã alegou ter vencido sua batalha contra o governo Trump.

Não está claro se Washington seguirá a decisão da Corte Internacional de Justiça, o que complicaria seus esforços para aumentar a pressão econômica contra o Irã.

Washington argumenta que o tribunal não tem jurisdição sobre suas medidas de sanções. Não houve comentários imediatos do Departamento de Estado.

A decisão de quarta-feira foi uma decisão provisória sobre um caso mais amplo em que o Irã questionou a legalidade das sanções dos EUA. Esse caso principal pode levar anos para ser resolvido.

Embora Washington tenha dito que suas sanções não terão como alvo a ajuda humanitária, a decisão pode minar sua estratégia de sanções, se implementada.

Os EUA está reimpondo amplas sanções a Teerã após a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, em maio de retirar os EUA do acordo nuclear iraniano de 2015.

O tribunal disse que os canais de pagamento necessários para realizar o comércio humanitário e de aviação devem estar disponíveis, o que significa que as poderosas sanções financeiras dos EUA podem precisar ser relaxadas. A ameaça dos EUA de cortar o acesso de empresas estrangeiras e bancos ao mercado do dólar e o sistema financeiro dos EUA é a principal ferramenta financeira que permitiu a Washington reduzir o comércio internacional com inimigos dos EUA, como Irã e Coreia do Norte.

A decisão também exigiria que os EUA suspendessem a revogação de licenças para a venda de aeronaves comerciais e peças para o Irã. Esse movimento foi parte de uma primeira rodada de sanções renovadas que entraram em vigor em agosto.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais Economia