ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

MDIC: exportação em outubro foi influenciada principalmente por petróleo e soja

Lorenna Rodrigues

Brasília

01/11/2018 16h13

O crescimento nas exportações brasileiras em outubro, quando alcançou o segundo maior valor da história, foi puxado, principalmente, pelo aumento nas vendas de soja e petróleo.

Em outubro, as vendas ao exterior somaram R$ 22,2 bilhões, uma alta de 12,4% em relação ao mesmo mês do ano passado. De acordo com o diretor de Estatísticas do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Herlon Brandão, as exportações de soja aumentaram 114%, principalmente pelo crescimento no volume exportado (72%) neste ano, que teve safra recorde. "Embora a soja esteja no final do escoamento da safra, os embarques ainda têm sido fortes. Embarcamos 5 milhões de toneladas em outubro", afirmou.

Já as vendas de petróleo subiram 126,8%, com aumento principalmente no preço do produto.

De janeiro a outubro, o saldo da balança brasileira é superavitário em R$ 47,7 bilhões, o segundo maior valor da história, abaixo, apenas, do mesmo período de 2017 (R$ 58,451 bilhões). Para Brandão, o câmbio apreciado teve efeito, mas é a demanda externa aquecida o que mais influenciou no crescimento das exportações.

Enquanto crescem as vendas de commodities, por outro lado, houve queda nas exportações de automóveis de passageiros (17%) e veículos de carga (17,8%). Isso ocorreu principalmente pela crise por que passa a Argentina, país que recebe 80% das exportações brasileiras de carros.

Mais Economia