ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

BC da China promete apoio para empresas do setor privado

Pequim

07/11/2018 05h00

O presidente do Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês), Yi Gang, disse que Pequim está tentando aliviar as dificuldades financeiras de empresas do setor privado com uma série de medidas de política, incluindo financiamento de bônus e de ações, numa admissão de que houve exagero na implementação de iniciativas anteriores para conter a expansão de dívidas.

"A falta de coordenação e o desvio na execução de medidas anteriores, combinados com o fortalecimento de políticas de supervisão financeira, levaram a um certo aperto do crédito, o que exacerbou as dificuldades financeiras de empresas privadas", afirmou Yi em entrevista à agência de notícias oficial Xinhua publicada no fim da terça-feira.

Segundo o chefe do PBoC, autoridades chinesas precisam aprender uma lição a partir disso e procurar equilibrar esforços para desalavancar a economia, fortalecer a supervisão financeira e estabilizar o crescimento econômico.

O PBoC vai ampliar um programa piloto para incentivar a emissão de bônus por companhias privadas, num momento em que 30 empresas se preparam para emitir papéis por meio desse mecanismo. Três firmas privadas, incluindo a petroquímica Zhejiang Rongsheng Holding Group, que tem sede em Hangzhou, já levantaram 1,9 bilhão de yuans (US$ 275 milhões) em recursos por meio de emissões de bônus, relatou Yi.

O BC chinês vai ainda encorajar fundos de equity privados, corretoras e bancos comerciais a coordenar medidas no sentido de ajudar empresas privadas.

Yi também mencionou na entrevista que o PBoC injetou 2,3 trilhões de yuans líquidos em recursos no mercado financeiro por meio de quatro reduções em compulsórios bancários e reiterou que a instituição manterá sua postura de política monetária "prudente e neutra". Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais Economia