ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Setor automotivo teve em outubro o melhor mês desde 2014, diz Anfavea

Francisco Carlos de Assis

São Paulo

07/11/2018 14h21

A indústria automotiva brasileira teve no mês passado o melhor mês de outubro desde 2014 e o melhor mês desde dezembro do mesmo ano, segundo o presidente da Anfavea, entidade que congrega as montadoras de veículos automotores no Brasil, Antônio Megale. Com isso, o setor está em festa pelos bons resultados de produção e vendas de automóveis, caminhões e máquinas agrícolas em outubro, especialmente porque as perspectivas em relação ao mês eram cercadas de incertezas sobre que impacto o evento eleições exerceria sobre a atividade industrial e comercial das montadoras.

"As empresas estão comemorando os resultados de outubro. Foi uma surpresa", disse Megale, que viu a produção e as vendas crescerem em todos os segmentos e em todas as leituras comparativas.

A produção total de veículos em outubro cresceu 17,8% em relação a setembro, avançou 5,2% sobre igual mês no ano passado e acumulou no ano, até outubro, crescimento de 9,9%. "As pessoas estão realmente trocando seus carros. Outubro foi um mês surpreendente porque estávamos preocupados com o impacto que a eleição poderia exercer sobre o mercado automobilístico", analisou Megale.

As vendas totais de veículos automotores no mês passado cresceram 19,4% sobre setembro, avançaram 25,6% sobre idêntico mês em 2017 e acumularam alta de 15,3% no ano até outubro.

Caminhões e máquinas agrícolas

Outubro passado foi o melhor mês de outubro desde 2014 e o melhor mês desde dezembro também de 2014 para produção e vendas de caminhões e máquinas agrícolas, afirmou o presidente da Anfavea.

Foram produzidos no mês passado 10.858 caminhões, o que mostra um crescimento de 19,1% sobre a produção de setembro, aumento de 31,8% sobre outubro de 2017 e expansão de 30% no acumulado do ano até outubro, período em que foram montados 88.112 unidades. O crescimento na produção e vendas de caminhões foi puxado, especialmente, pelo setor agrícola, o mesmo que demandou o crescimento das vendas de máquinas agrícolas de 2,6% sobre setembro, de 35,3% sobre outubro do ano passado e expansão de 10,6% no acumulado do ano.

De acordo com a diretoria da Anfavea, a expectativa é que o ciclo de crescimento se mantenha. O presidente da entidade disse que só divulgará a previsão de crescimento do setor em 2019 em janeiro, mas já adiantou que será acima dos dois dígitos. O bom desempenho repercutiu no quadro de empregados no setor, que fechou o mês com 131.374 empregados, com crescimento de 2,4% sobre outubro do ano passado.

Mais Economia