Topo

Opep confirma adiamento de reunião para os dias 1 e 2 de julho

Sergio Caldas

São Paulo

19/06/2019 07h19

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) disse hoje que adiará sua reunião para os dias 1 e 2 de julho, confirmando rumores que circularam mais cedo. Originalmente, o encontro estava marcado para os próximos dias 25 e 26.

Em comunicado, a Opep informou que a reunião de ministros de Energia do grupo será no dia 1º de julho. No dia seguinte, 2 de julho, se reunirão ministros da Opep e de um grupo de dez países aliados, liderados pela Rússia, conhecidos coletivamente como Opep+.

Na ocasião, a Opep+ irá discutir a manutenção ou não de cortes na produção que entraram em vigor no começo do ano e vencem no fim deste mês. Desde janeiro, produtores da Opep+ têm buscado reduzir sua oferta combinada em 1,2 milhão de barris por dia, numa tentativa de impulsionar os preços do petróleo.

A Arábia Saudita, líder informal da Opep, deseja estender os cortes na produção para o segundo semestre, segundo autoridades ouvidas pela Dow Jones Newswires.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia