IPCA
0,1 Out.2019
Topo

É possível ter acordo com China, mas 'estou feliz' com relações atuais, diz Trump

Victor Rezende

São Paulo

26/06/2019 12h55

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira que, nos últimos dias, autoridades americanas estiveram conversando "seriamente" com a China sobre as relações comerciais entre os dois países e disse que "é possível" que um acordo seja alcançado, embora tenha ressaltado que se sente "feliz" com o estado atual das relações sino-americanas. De acordo com ele, a questão da propriedade intelectual ainda está aberta nas negociações com a China.

Em entrevista à rede de TV americana Fox Business, Trump apontou que mais US$ 300 bilhões em produtos chineses podem ser tarifados em 25%, "ou, talvez, em 10%", se um acordo com Pequim não for firmado. "O meu plano B, que, na verdade, é o meu plano A em relação á China e fazer menos negócios e tirar bilhões deles se não fecharmos acordo", disse o republicano. O presidente apontou que o desejo dos chineses de fazer um acordo "é maior do que o meu" e ressaltou que sua equipe já está trabalhando em novas tarifas a produtos chineses.

Trump também criticou a desvalorização do yuan e disse que um acordo sobre essa questão também precisa ser alcançado durante o G20. No fim de semana, o líder americano se reunirá com o presidente chinês, Xi Jinping, em Osaka, no Japão, para lidarem com as relações comerciais entre os dois países. Ele também apontou que espera que o Acordo EUA-México-Canadá (USMCA, na sigla em inglês) seja aprovado no Congresso, mas não poupou a oposição e fez críticas à presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi (Califórnia) e a outros democratas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia