IPCA
-0.04 Set.2019
Topo

Próximos passos da política monetária continuarão dependendo da atividade, diz BC

Fabrício de Castro e Gustavo Porto

Brasília

27/06/2019 08h33

O Banco Central (BC) reafirmou nesta quinta-feira, 27, por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), que os próximos passos da política monetária "continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação".

Na semana passada, o colegiado manteve a Selic (a taxa básica de juros) em 6,50% ao ano, pela décima vez consecutiva.

Os membros do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reafirmaram, no relatório, que é importante "observar o comportamento da economia brasileira ao longo do tempo, com redução do grau de incerteza a que continua exposta".

Esta avaliação já constou no comunicado do Copom e na ata do Copom. No RTI agora divulgado, o BC também reiterou que "a conjuntura econômica prescreve política monetária estimulativa, ou seja, com taxas de juros abaixo da taxa estrutural". A taxa estrutural é aquela que, em tese, permite o crescimento econômico sem gerar inflação.

Mais Economia