PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

CNC espera impacto positivo de R$ 7,4 bi no varejo com liberação do FGTS

Denise Luna

Rio de Janeiro

24/07/2019 20h40

A Confederação Nacional do Comércio (CNC) espera um impacto de R$ 7,4 bilhões com a liberação dos recursos das contas do FGTS e do PIS/Pasep no segundo semestre deste ano, valor abaixo do observado com a liberação das contas inativa do FGTS, em 2017, da ordem de R$ 10,8 bilhões no varejo.

"Consideramos ainda que a redução do endividamento e a regularização de dívidas em atraso também exercerão impactos indiretos positivos sobre o volume de vendas do comércio nos meses seguintes aos saques, já que liberam espaço no orçamento das famílias para outros gastos", avaliou o presidente da CNC, José Roberto Tadros, em nota nesta quarta-feira, 24.

Ele afirmou que, somados a outros fatores positivos como a inflação abaixo da meta, o aumento do emprego e da renda e a perspectiva de queda das taxas de juros, esses recursos extras deverão contribuir positivamente para um ritmo maior de crescimento da economia brasileira.

Segundo a CNC, em 2017 o valor total dos saques foi de R$ 44 bilhões e beneficiou 25,9 milhões de pessoas, e este ano a expectativa é de que somem R$ 30 bilhões, com saques de 96 milhões de pessoas e mais R$ 12 bilhões em 2020, também englobando 96 milhões de beneficiados.