IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Maia aguarda aumento de quórum para dar início a trabalhos e votar destaques

Mariana Haubert e Amanda Pupo

Brasília

07/08/2019 11h22

A Câmara dos Deputados retomará nesta quarta-feira, 7, a votação dos oito destaques supressivos à reforma da Previdência. Esta é a última etapa para concluir sua análise pelos deputados. Sete deles foram apresentados pela oposição e um pelo partido Novo. Os destaques pedem a retirada de trechos sobre abono, pensão, transição e pedágio.

A sessão deliberativa para analisar a proposta já foi aberta, mas está suspensa.

A expectativa era de que a ordem do dia se iniciasse por volta das 11 horas, mas, neste momento, apenas 230 deputados registraram presença na Casa.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), está na Casa e aguarda a chegada de mais parlamentares para dar início aos trabalhos desta quarta.

Mais cedo, Maia afirmou estar confiante de que há cerca de 375 votos dos deputados favoráveis à reforma que garantirão a manutenção do texto sem alterações. Na terça, a proposta foi aprovada em segundo turno por 370 votos a favor e 124 contra.

Nesta fase do segundo turno, os destaques apresentados só podem pedir para retirar trechos da proposta. Como todos os destaques são supressivos, os favoráveis ao texto-base precisam reunir 308 votos para manter a proposta da maneira que foi aprovada no primeiro turno.

Mais Economia