IPCA
0,1 Out.2019
Topo

BRF: volume de vendas do segmento Brasil cai 3,5%

Augusto Decker

São Paulo

09/08/2019 09h24

A BRF informou nesta sexta-feira, 9, que o volume de vendas do segmento Brasil teve queda anual de 3,5% no segundo trimestre deste ano, para 519 mil toneladas. A companhia considera o recuo como consequência da alta nos preços médios, que subiram 14,8%, chegando a R$ 7,86 o quilo. Esse avanço nos preços compensou, segundo a BRF, a alta de custos decorrente do maior preço dos grãos - o preço médio subiu 14,7% na comparação anual - e o aumento do frete. A receita operacional líquida do segmento subiu 10,8% chegando a R$ 4,082 bilhões.

O segmento internacional teve alta em todas as categorias. O volume de vendas subiu 4,3%, para 504 mil toneladas, no segundo trimestre deste ano em relação ao segundo trimestre de 2018. Já a receita operacional líquida subiu 24,1% no período, para R$ 3,985 bilhões, impulsionada pelo avanço de 19,0% no preço médio, que ficou em R$ 7,90 o quilo. O lucro bruto ficou em R$ 1,047 bilhão, avanço anual de 210,0%.

No mercado halal, o volume vendido no trimestre teve leve alta de 0,8% na comparação anual, para 298 mil toneladas, mas o preço médio teve alta mais expressiva: 11,6%, a R$ 7,96 o quilo. O lucro bruto avançou 98,0%, para R$ 673 milhões. A receita operacional líquida do segmento aumentou 12,5% no período, para R$ 2,370 bilhões. A companhia atribui os bons resultados do segmento à alta de preços na Arábia Saudita e na Turquia, ao ganho de participação na categoria de processados, à desvalorização cambial e ao "melhor mix de canais e de países".

Economia