IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Reforma da Previdência


'Após PEC paralela chegar na CCJ pretendo dar parecer em 48 horas', diz Tasso

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) - Waldemir Barreto/Agência Senado
O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) Imagem: Waldemir Barreto/Agência Senado

Daniel Weterman e Eduardo Rodrigues

Brasília

04/09/2019 20h45

O relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), demonstrou interesse em dar um andamento rápido à proposta paralela que inclui estados e municípios nas mudanças da aposentadoria. Ele disse que pretende emitir um relatório 48 horas após o texto chegar formalmente à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para análise de mérito.

Hoje, a CCJ deu aval para criação da PEC paralela. O texto foi remetido ao plenário. Os senadores, a partir de agora, poderão apresentar emendas à proposta, que será direcionada à CCJ. No colegiado, Jereissati emitirá um relatório e a PEC paralela será submetida à votação de mérito.

De acordo com a presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB-MS), a PEC paralela vai tramitar com 15 dias de atraso em relação à proposta principal, cuja conclusão no Senado está prevista para 10 de outubro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Reforma da Previdência