PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Fluxo cambial total em setembro até dia 20 é negativo em US$ 2,362 bilhões

Fabrício de Castro

Brasília

25/09/2019 15h06

Depois de encerrar agosto com saídas líquidas de US$ 4,317 bilhões, o País registrou fluxo cambial negativo de US$ 2,362 bilhões em setembro até o dia 20, informou o Banco Central.

O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 2,737 bilhões no período. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 31,391 bilhões e de retiradas no total de US$ 34,127 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo de setembro até o dia 20 é positivo em US$ 375 milhões, com importações de US$ 10,652 bilhões e exportações de US$ 11,027 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,579 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 3,635 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 5,813 bilhões em outras entradas.

No ano

O fluxo cambial do ano até 20 de setembro ficou negativo em US$ 8,887 bilhões, informou o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 20,374 bilhões.

A saída pelo canal financeiro neste ano até 20 de setembro foi de US$ 23,014 bilhões. O resultado é fruto de aportes no valor de US$ 398,990 bilhões e de envios no total de US$ 422,005 bilhões.

No comércio exterior, o saldo anual acumulado até 20 de setembro ficou positivo em US$ 14,127 bilhões, com importações de US$ 123,711 bilhões e exportações de US$ 137,838 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 24,041 bilhões em ACC, US$ 36,365 bilhões em PA e US$ 77,431 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial registrado na semana passada (de 16 a 20 de setembro) ficou negativo em US$ 610 milhões, informou o Banco Central.

O canal financeiro apresentou saída líquida de US$ 918 milhões na semana, resultado de aportes no valor de US$ 12,400 bilhões e de envios no total de US$ 13,318 bilhões.

No comércio exterior, o saldo na semana passada ficou positivo em US$ 309 milhões, com importações de US$ 4,600 bilhões e exportações de US$ 4,909 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 550 milhões em ACC, US$ 2,019 bilhões em PA e US$ 2,340 bilhões em outras entradas.