IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Aneel aprova redução de 3,90% nas tarifas de energia da Enel Distribuição Goiás

Getty Images
Imagem: Getty Images

Wellington Bahnemann

Em São Paulo

22/10/2019 10h21

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje em reunião de diretoria as novas tarifas da Enel Distribuição Goiás, com vigência de partir desta data. O órgão regulador aprovou uma redução média de 3,90% nas tarifas da concessionária (porcentual a ser percebido pelos consumidores).

A redução para os clientes de baixa tensão (residências e estabelecimentos comerciais de pequeno porte) foi de 4,32%. Já para os consumidores de alta tensão (clientes industriais e comerciais de grande porte), a diminuição média das tarifas foi de 2,89%.

De acordo com a Aneel, o reajuste negativo reflete o repasse aos consumidores das menores despesas com a chamada Parcela A, que incluem os custos não-gerenciáveis da distribuidora. Entre os itens que permitiram a redução está o fim dos gastos com a conta ACR (empréstimo feito no passado pelas concessionárias para cobrir os custos com compra de energia) e a diminuição das despesas com o encargo setorial Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

Segundo a Aneel, com a redução anunciada nesta terça, a tarifa residencial B1 da Enel Distribuição Goiás passou da 24ª para a 18ª mais elevada entre as concessionárias brasileiras.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia