IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Secretário de Fazenda diz que pode haver mudança no salário mínimo para 2020

Waldery Rodrigues Júnior, o Secretário Geral da Fazenda de Paulo Guedes - Marcos Oliveira/Agência Senado
Waldery Rodrigues Júnior, o Secretário Geral da Fazenda de Paulo Guedes Imagem: Marcos Oliveira/Agência Senado

Marcio Rodrigues e Cícero Cotrim

São Paulo

02/12/2019 13h32

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou que o governo ainda não entregou a política de salário mínimo de 2020 e que o valor ainda pode ser alterado. Em entrevista à Rádio CBN, ele disse que a redução do valor no Orçamento, de R$ 1.039 para R$ 1.031, anunciada na semana passada, ocorreu devido à projeção menor para o INPC (índice de inflação que corrige o piso nacional) de 2019, para 3,26%.

"O Orçamento é feito baseado em parâmetros. O mínimo tem correção pelo INPC e temos observado redução do valor para o ano de 2019. Aplicamos diretamente uma fórmula. Como caiu, a estimativa anterior também foi reduzida. A lei não proíbe um valor maior (para o mínimo), mas estamos de forma transparente corrigindo pelo INPC", explicou Waldery. "Mas ainda poderemos ter alteração para o mínimo de 2020, pois o governo ainda não mandou o projeto que define o valor", completou.

De acordo com o secretário, todo recurso que entra como salário, grosso modo, permite maior consumo. "Esse é um dos itens mais importantes para a composição do PIB. Mais de 60% (do PIB) é consumo. Mas as despesas também são importantes. É importante ter equilíbrio para o crescimento do PIB no curto prazo e ao longo do tempo", afirmou. "A cada R$ 1 a mais no mínimo equivale a gasto de mais de R$ 300 mi."

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Aposentado que trabalha pode sacar FGTS todo mês?

UOL Notícias

Economia