PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Cia Hering: receita bruta soma R$ 1,815 bi em 2019, alta de 0,5%

Beth Moreira

20/01/2020 20h10

A receita bruta da Cia Hering no ano de 2019 totalizou R$ 1,815,6 bilhão, alta de 0,5% ante o mesmo período do ano anterior, informou nesta segunda-feira, 20, a empresa. A varejista destaca que apresentou crescimento de vendas em todos os trimestres, com exceção do quarto trimestre, exclusivamente atribuído à performance de dezembro. "A companhia, contudo, permanece segura de suas escolhas estratégicas, convicta de sua capacidade de execução e absolutamente confiante na construção sustentável de resultados no médio e longo prazo", diz.

A varejista encerrou o ano com 741 lojas, das quais 721 no Brasil e 20 no mercado internacional. No ano foram inauguradas 52 lojas e encerradas 73 unidades. A companhia destaca a inauguração de três novos Espaço Hering além de sete novas Hering Basic Shop.

A companhia ressalta inaugurou também sua primeira loja de grande superfície (600m?) no Park Shopping São Caetano em São Paulo, com a estratégia de diversificar os formatos de loja, facilitar as escolhas dos consumidores e propiciar melhores experiências para o público. A chamada Mega Store é um modelo "One Stop Shop", que reúne as linhas Hering, Hering Kids, Hering POP, Hering Intimates e Hering Pets e foi projetada para simplificar a jornada de consumo.

"A loja servirá como Hub de distribuição dos pedidos da web da região, além de contar com todas as modalidades Omnichannel e experiência digital, como lockers inteligentes para retirada dos pedidos via QR code, mobile checkout em 100% da equipe de venda e plataforma de personalização de camisetas", informa.

Seguindo o processo de reorganização da rede, a Hering Kids reduziu cinco lojas, enquanto a PUC encerrou 22 pontos de vendas. A DZARM, que ainda passa por maturação do seu canal de distribuição monomarca, fechou uma loja no ano de 2019.

"Ao longo do ano o ritmo de implementação do novo modelo de reformas na rede Hering foi intensificado, resultando em 101 lojas remodeladas em 2019. O novo modelo tem contribuído para melhorar a produtividade das lojas através de uma melhor exposição de produtos, foco no visual merchandising e melhor experiência de compra", diz a varejista.

Economia