PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Presidente do Banco do Japão diz que é cedo para discutir reações monetárias ao coronavírus

Getty Images
Imagem: Getty Images

Tóquio

21/02/2020 04h39

O presidente do Banco do Japão (BoJ, pela sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, expressou preocupação nesta sexta-feira com o impacto da epidemia de coronavírus na economia global, mas afirmou ser muito cedo para discutir possíveis medidas de cunho monetário.

"Ainda não estamos no estágio de discutir reação específica da política monetária", disse Kuroda a um comitê parlamentar. "Não vamos hesitar em tomar ações de relaxamento adicional, se necessário", acrescentou.

O coronavírus pode afetar a economia japonesa, ao desacelerar suas exportações para a China, reduzindo a produção em razão de interrupções na cadeia de suprimentos e diminuindo o fluxo de turistas chineses para o Japão, comentou Kuroda.

O chefe do BoJ disse também que os efeitos do coronavírus vão dominar o debate na reunião de ministros de Finanças e presidentes de bancos centrais do G20, que ocorrerá neste fim de semana em Riad, capital da Arábia Saudita. Fonte: Dow Jones Newswires.

Economia