PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Guedes diz que enviará texto da reforma tributária na próxima semana

O ministro da Economia participou hoje de um almoço com o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e empresários - Renato Costa/Framephoto/Estadão Conteúdo
O ministro da Economia participou hoje de um almoço com o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e empresários Imagem: Renato Costa/Framephoto/Estadão Conteúdo

Pedro Caramuru, André Ítalo e Matheus Lara

São Paulo

05/03/2020 17h12

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que vai enviar a reforma tributária a semana que vem. Ontem, a Comissão Mista que vai cuidar do assunto no Congresso realizou sua primeira reunião sob a presidência do senador Roberto Rocha (PSDB-MA).

Guedes participou nesta quinta-feira, 5, de almoço com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e empresários. Também esteve presente o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Nesta quinta, a Fiesp, a realizou a primeira reunião do Conselho Superior Diálogo pelo Brasil, tem a participação de 34 empresários e executivos, entre eles André Bier Gerdau Johannpeter (Gerdau), Luiz Carlos Trabuco Cappi (Bradesco), Flavio Rocha (Riachuelo) e Carlos Alberto de Oliveira Andrade (Caoa).

Orçamento Impositivo

Sobre os atritos do presidente Bolsonaro com o Congresso, Guedes classificou como aprendizado sobre o Orçamento Impositivo. "Em qualquer democracia do mundo, o Parlamento vota o Orçamento."

No início da semana, o Ministério da Economia disse que o próprio ministro havia pedido ao presidente Jair Bolsonaro para que fosse suspensa a competência repassada ao ministro para decidir sobre atos orçamentários.

De acordo com Guedes, "há um período de aperfeiçoamento institucional". "Estamos mexendo nos orçamentos. É natural que o Congresso empurre um pouco e que o Executivo lute pelo seu espaço", disse.

O ministro ainda disse confiar nas reformas. "O presidente está encaminhando e a governabilidade está acontecendo", afirmou.

Reforma Tributária