PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Atividade no Sudeste cai 0,3% no trimestre até fevereiro, diz BC

Fabrício de Castro

Brasília

30/04/2020 10h51

A atividade econômica da região Sudeste recuou 0,3% no trimestre encerrado em fevereiro, ante o trimestre finalizado em novembro, quando havia avançado 0,9%, considerando a série dessazonalizada. Nos 12 meses encerrados em fevereiro, houve crescimento acumulado de 1,6%. As informações são do Boletim Regional do Banco Central (BC), divulgado nesta quinta-feira, 30.

De acordo com o Banco Central, "para março e primeiras semanas de abril, contudo, há evidências de impactos expressivos dos efeitos da pandemia de covid-19 sobre a atividade da região, obtidas de dados com frequência diária ou semanal e maior tempestividade".

O BC pontuou que "dados mais recentes da Fenabrave mostram recuo de quase 40% dos licenciamentos (proxy para vendas) de veículos em março, dados dessazonalizados, comparativamente a fevereiro, com retrações de 41% dos licenciamentos de automóveis e de 24% dos comerciais leves".

"No mesmo sentido, nas duas primeiras semanas de abril, período em que o distanciamento social estava plenamente em vigor, dados de vendas com cartão de débito, compilados pela CIP/SLC, evidenciavam retração de 26,9% nos valores nominais recebidos pelas empresas em vários segmentos do comércio e da prestação de serviços, relativamente ao mesmo período de março", acrescentou o BC.

Para a autarquia, o Sudeste deve ter impactos de curtíssimo prazo mais severos da pandemia, por concentrar a maior parte dos casos da doença.

O BC divulgou nesta quinta o Boletim Regional. No documento, a análise da atividade nas regiões leva em conta os dados até fevereiro deste ano. No entanto, em função da pandemia do novo coronavírus, o BC já incorporou no documento uma série de dados e avaliações em relação aos meses de março e abril. Foi a partir de março que se intensificaram os efeitos da covid-19 sobre a economia de todas as regiões do País.