PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Safra total de milho será de 96,7 milhões de t, queda de 3,8% ante 2019, diz IBGE

Vinicius Neder

Rio

09/06/2020 12h44

Apesar da safra recorde esperada para a agricultura brasileira em 2020, a produção total de milho deverá ficar 3,8% abaixo da registrada em 2019, somando 96,7 milhões de toneladas, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de maio, divulgado nesta terça-feira, 9, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A estimativa para a produção de milho foi revista para baixo em maio, ficando 0,4% abaixo do LSPA de abril.

Conforme as estimativas do IBGE, a primeira safra de milho deverá participar com 27,5% da produção brasileira de 2020 e, a segunda, com 72,5%. Na primeira safra de milho, a produção alcançou 26,6 milhões de toneladas, alta de 2,2% ante 2019.

Para a segunda safra, a estimativa da produção de maio foi de 70,2 milhões de toneladas, 0,6% abaixo da estimativa de abril. Com isso, a produção ficará 5,9% menor, com o rendimento médio decrescendo 6,4%.

Na passagem de abril para maio, "as reduções mais significativas na estimativa da produção foram informadas pelo Paraná (7,9% ou 971,9 mil toneladas), por Mato Grosso do Sul (2,9% ou 265,2 mil toneladas) e por Goiás (3,2% ou 300,8 mil toneladas). Os maiores crescimentos nas estimativas de produção, em relação ao mês anterior, foram verificados em Mato Grosso (3,6% ou 1,1 milhão de toneladas)", segundo o IBGE.

Economia