PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Fed vê melhora em condições financeiras, mas ainda cita 'riscos consideráveis'

André Marinho, Francine De Lorenzo, Gabriel Bueno da Costa e Iander Porcella

São Paulo

10/06/2020 15h51

Em comunicado sobre decisão de política monetária, o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) informou que as condições financeiras dos Estados Unidos têm melhorado, como resultado das medidas de apoio à economia e ao fluxo de crédito para famílias e empresas americanas. No entanto, a autoridade monetária explica que a pandemia de coronavírus ainda está causando "tremendas dificuldades humanas e econômicas" nos EUA e no restante do mundo.

"O vírus e as medidas tomadas para proteger a saúde pública levaram a acentuadas quedas na atividade econômica e um aumento nas perdas de empregos", destaca o texto, acrescentando que a demanda fraca e os baixos preços do petróleo pressionam a inflação para baixo.

Segundo o Fed, a crise na saúde pesará "fortemente" sobre a atividade econômica, o emprego e a inflação no médio prazo, representando riscos "consideráveis" para as perspectivas do país.

Por isso, a instituição decidiu manter a taxa dos Fed funds na faixa de 0% e 0,25%. "O Comitê espera manter essa faixa até ter certeza de que a economia resistiu a eventos recentes e está a caminho de alcançar suas metas máximas de emprego e estabilidade de preços", garantiu.