PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Anfavea prevê que mercado de veículos voltará ao ritmo pré-pandemia em 2025

As montadoras terminaram o mês de junho com 124 mil funcionários, queda de 0,8% em relação a maio - Moacyr Lopes Júnior/Folhapress
As montadoras terminaram o mês de junho com 124 mil funcionários, queda de 0,8% em relação a maio Imagem: Moacyr Lopes Júnior/Folhapress

André Ítalo Rocha

Do Estadão Conteúdo, em São Paulo

06/07/2020 17h50

O mercado de veículos novos no Brasil só deve voltar em 2025 a ter o ritmo de vendas que registrou em 2019, antes da pandemia do novo coronavírus. A previsão foi feita hoje pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

A Anfavea levou em consideração que o mercado deve se recuperar a uma taxa média de 11% ao ano, a mesma registrada pela indústria nos anos seguintes à crise econômica de 2015 e 2016.

A projeção da Anfavea para 2020 é de retração de 40% nas vendas.

Empregos

O presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, afirmou que o emprego nas fábricas "está em risco", mesmo com a MP trabalhista do governo e com os acordos feitos pelas empresas com os sindicatos.

"A gente vê com preocupação a questão do emprego. A MP do governo é muito boa, merece elogios. É ótima, mas é temporária. Precisamos da retomada da economia. Se a economia não voltar em ritmo bom, teremos dificuldade em manter os empregos", disse Moraes, em coletiva de imprensa online.

Segundo ele, as empresas têm acordos com os sindicatos até outubro e novembro. "Até lá, temos de encontrar mecanismos para retomada do emprego e da economia em geral, não apenas do setor automotivo", disse.

As montadoras terminaram o mês de junho com 124 mil funcionários, queda de 0,8% em relação a maio e recuo de 4% na comparação com junho do ano passado, segundo dados divulgados na manhã desta segunda-feira pela Anfavea. "O ajuste (no emprego) já começou de forma paulatina", disse Moraes.