PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Ministério está sendo conservador em relação à expansão de 2021, diz secretário

Fabrício de Castro e Lorenna Rodrigues

Brasília

15/09/2020 13h00

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, afirmou nesta terça-feira que o ministério está sendo "conservador" na projeção para o crescimento da economia em 2021. De acordo com a nova grade de parâmetros da Secretaria de Política Econômica (SPE), a retração estimada para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 seguiu em 4,70%. Para 2021, a projeção de crescimento seguiu em 3,20%. Para 2022, a estimativa de alta no PIB passou de 2,60% para 2,50%.

Sachsida disse que os dados no Brasil reforçam a retomada em "V" da economia.

Segundo ele, com as reformas o País terá uma retomada "consistente e de longo prazo".

Sachsida participou nesta terça-feira de coletiva de imprensa a respeito dos novos parâmetros da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia para o PIB e a inflação.