PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Opep+ deve estender prazo para cortes na produção de petróleo, diz comitê

Eduardo Gayer

São Paulo

17/09/2020 16h37

O Comitê de Monitoramento Ministerial Conjunto (JMMC, na sigla em inglês) decidiu nesta quinta-feira, 17, recomendar à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados, grupo conhecido como Opep+, a extensão do chamado período de compensação até dezembro de 2020.

Se a sugestão for acatada, os países que integram o grupo e não cortaram sua produção de petróleo nos termos acordados pelo cartel têm o fim do ano como novo prazo para ajustarem a oferta da commodity energética, de modo a compensar superproduções anteriores.

"O JMMC reitera a importância crítica de aderir à conformidade total do acordo e compensar os volumes produzidos em excesso o mais rápido possível", diz o comitê, em release divulgado logo após reunião entre líderes. "Recomendamos que os países estejam dispostos a tomar medidas adicionais, se preciso", acrescenta.

Por outro lado, o órgão da Opep+ informa que o nível de cortes de produção de petróleo em agosto chegou a 102% em relação ao estabelecido entre os membros. O tratado foi a estratégia estabelecida pelos membros do grupo para tentar estabilizar o mercado de petróleo.

O JMMC ainda ressalta, na nota, que a recuperação da economia não ocorre de forma uniforme em todo o mundo, com registro de picos do novo coronavírus em vários países